Vida real/vida de Blogueira (no meu caso)

Olá galera! Tudo bem com vocês?

Vamos falar um pouquinho do nosso mundo "real" hoje? Sim, real... Do jeitinho que ela é...
Pois então... Lí um artigo (que achei um máximo) da Ruth Manus, para o Blog do Estadão, na qual me fez refletir muito sobre o assunto Blogueira/lifestyle e o mundinho praticamente "perfeito" delas aos nossos olhos!
Pois então... A gente pira com as postagens das tops que estão sempre magérrimas, usando roupas maravilhosas, com combinações perfeitas, cabelos maravilhosos e etc, etc, etc... Não é mesmo?
Eis que vou me apresentar... Prazer, sou Fabiana, não tenho muitos seguidores no Instagram, não tenho muitos inscritos em meu canal (perto delas), e meu face não é tão movimentado assim como deveria... Mas vou lhes contar o porque...
Sou casada, vivo pra minha casa meu marido e minha filha, não tenho empregada, meus pais e minha sogra moram a 3 horas daqui e se eu contar pra vocês que fui umas 2x o salão de cabeleireiro em 13 anos vocês acreditam? Pois é... Antes de tudo isso, sou mãe...
Muitas das vezes que iríamos sair, e eu estava me arrumando, (dando um jeito nessa cara de minhoca cansada) minha filha entrava no quarto toda vestida linda de viver e me dizia "Mamãe, faz uma maquiagem em mim" E na pressa, com o marido esperando deixava muitas vezes de fazer o meu pra fazer o dela daí aprendi a ter "prioridades", e nos dias que eu queria gravar um vídeo ou fazer algo para o blog e ela estava toda contente para que eu jogasse "just dance" com ela no vídeo game... E falo mais... Dava uma preguiça MASTER, mas eu jogava com ela...
Quantas e quantas vezes eu não levantei do sofá 50 vezes em 10 minutos por conta de cada "ô mãe vem aqui", mas não para por aí não... E os dias que ela ficou doente que eu não dormia? E a fome dela de meia em meia hora? E quando eu falo... Maria Eduarda, vamos fazer tarefa e ela grita, bate o pé, teima, chora porque ela não quer fazer? Mas eu tenho uma paciência tão grande que por ela e pra ela eu entendo e da melhor forma vou tomando seu caminho... E as roupas que eu tenho que lavar? E o almoço/janta que tenho que fazer? Pois é... Você deve estar se perguntando... Mas o que tem a ver tudo isso com o que você falou no início?
Sou blogueira/mãe/fotógrafa/mulher/maquiadora/dona de casa/ e não... Não tenho tempo muito menos paciência pra postar fotos relativamente "mexidas" ou "perfeitas" tenho meus pneus, meu cabelo ném é tão hidratado e está caindo um monte... Minha alimentação uma semana é regrada e na outra pé na jaca.... Prefiro viver de momentos, não sou de ostentação, gosto de coisas simples, amo botar a mão na massa, fazer as coisas, perder meu tempo num tapete de crochê ou assistir "frozen" com a Duda.
Não tenho assistente que me ajude a cuidar das coisas, blog/canal/casa/face... Mas vocês podem ter certeza de uma coisa.. Quando eu posto alguma coisa é porque é real, e porque eu testei é porque eu comprei e me esforcei pra mostrar o quão o produto é bom, ou se ele não me agradar vou dizer também... Não esperem fotos de studio no meu instagram, nem que eu arrume meu dente torto (na qual meu marido me enche o saco pra arrumar)... Até porque nasci com ele, faz parte de mim, e se eu me conformo e não me importo, porque outras pessoas iriam se importar?
Eu acho que devemos gostar da gente do jeito que a gente é, sendo acima do peso ou abaixo, tendo dente torto ou não, tendo uma celulite, estrias... e etc... As pessoas de verdade vão gostar de você do jeito que você é! Quem não gostar, PACIÊNCIA, não nascemos pra agradar todo mundo...
Só que eu não... Não me deixarei levar por este mundo de glamour, roupas caríssimas, cabelo arrumado, maquiagem impecável, unhas sempre pintadinhas... Até porque ném batom eu levo na bolsa.... E ainda digo que minha bolsa tem mais desenho da duda, caneta, papel documetos e brinquedos...
Meu carro é uma brinquedoteca ambulante, fora a quantidade de sapatos de criança que tem dentro dele...
Mas quer saber de uma coisa? Eu não ligo... É essa a essência da minha vida, são essas as coisas que mais me importam, são eles, minha filha e meu marido... minha casa e nosso bem estar... Até porque eu acho que não suportaria ficar neste mundinho onde tudo parece perfeito... Porque sou toda errada, descabelada e desengonçada..... Desculpa aê sociedade... sou normal... E por mais dor de cabeça que eu tenha, por mais problemas que eu tenha, por mais impecílios que a vida me impõem, estarei sempre ali firme e forte de pé esperando a próxima batalha... Porque, apesar de tudo isso sempre estarei preparada pra guerra.... Seja ela qual for! Seja você mesmo... Seja feliz!

Um grande beijo pra vocês
Fabi Silvestrin

Share this:

JOIN CONVERSATION

1 comentários:

  1. Muito legal Fábi, prima querida!
    Você é uma pessoa com os pés no chão e com um coração imenso!
    Bjs

    ResponderExcluir